quinta-feira, 7 de abril de 2011

Como organizar um Congresso infantil


Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4

fonte: http://amoministerioinfantil.blogspot.com/2008/08/como-organizar-um-culto-ou-congresso.html

“Cultuar é vivificar a consciência pela santidade de Deus, alimentar a mente com a verdade de Deus, purificar a imaginação pela beleza de Deus, abrir o coração para o amor de Deus, dedicar a vontade ao propósito de Deus.”

William Temple

“O culto é bíblico, deve ser dinâmico e coletivo”

Na bíblia temos um exemplo de ordem de culto em IS 6:1-9 a

(Is 6 : 1-9a)

Is 6 : 1-9a- Culto

Is 6:1-2 - Prelúdio (Consciência da presença do Senhor)

Is 6:3-4 - Adoração

Is 6: 5 – Confissão

Is 6: 6-7 – Perdão

Is 6: 8a – Apelo (Palavra do Senhor)

Is 6:8b – Consagração

Is 6: 9a - Serviço (Poslúdio)


Alguns elementos do culto

Oração inicial (invocação)
A presença de Deus é reconhecida e o propósito do momento é declarado.

Saudações
Momento de dar boas vindas, reconhecer os visitantes

Cânticos congregacionais
indicados no culto inteiro, devem ser escolhidos de acordo com o tema do culto

Ofertas
Entrega dos dízimos e ofertas pelos adoradores, deve ser feito ao som de uma música

Oração de Contrição e petição
Momento de confissão de pecados, intercessão a favor dos outros.

Louvor musical
Solo, dueto,coro.

Leitura bíblica
Pode ser feita em vários momentos do culto

Mensagem
Feita por um pastor ou uma pessoa indicada (no caso do culto infantil)

Apelo


Oração final
Feita em favor da igreja (Benção Pastoral)


Características espirituais da criança

4 a 6 anos

Deus é uma pessoa;
Querem agradar a Jesus, seu amigo;
Têm curiosidade sobre a morte(medo às vezes);
Confiam em Deus e nos outros;
Começam a entender a diferença entre o certo e o errado;
Gostam de dias especiais (Natal, aniversário, Páscoa,...);
Têm curiosidade à respeito de assuntos espirituais (Ex:O que fez Deus?);
Precisam se sentir aceitas por Deus;
Podem sentir a grandeza de Deus e ficarem maravilhadas diante do que Ele fez. São capazes de prestar culto verdadeiro.


6 a 8 anos

Podem conhecer Jesus como Deus que se fez homem;
Apreciam a bíblia e gostam de lê-la;
Oram pedindo coisas, confiam que Deus responderá;
Querem agradar a Jesus;
A justiça é muito importante (perdão é um conceito difícil de entender);
Informam-se sobre o mundo dos espíritos através dos desenhos da tv e das novelas;
Têm entendimento da bíblia de um modo bem completo;
Confundem realidade e fantasia ;
O relacionamento com Deus é crescente.




Necessidades das Crianças

Salvação – Oportunidade de entenderem o plano da salvação;
Aceitação – Demonstração de que a igreja se importa com elas;
Segurança – Consciência do cuidado com Deus;
Amor – Revelação do amor de Deus;
Aprender coisas novas – Oportunidade de aprender bons hábitos, versículos, histórias,...
Sentir-se valorizada e importante – sentimento de que a igreja, o pastor e os professores a querem bem;
Alegria – Oportunidade de expressar alegria através da música;
Deus – momento de inteira comunhão com Deus


Objetivos do culto

Estimular a criança a ter comunhão com Deus usando uma linguagem apropriada à sua faixa etária;
Oferecer o plano da salvação;
Proporcionar um momento em que a criança vivencie experiência de cultuar a Deus com outro.
Suprir as necessidades básicas da criança


Justificativas

Satanás anda, como sempre, bombardeando-nos. E para tanto está usando todos os meios possíveis, principalmente a mídia para alcançar seus objetivos. Mídia, filmes, desenhos, músicas, consumismo, brinquedos, livros, vídeo-games,...;
Vivência de crises : violência familiar, violência na escola, abandono, rejeição, pais divorciados, abusos físico, emocional e sexual, lares alcoólatras, seitas ocultismo,...;
O culto dos adultos não possui muitas características favoráveis às crianças, como: o tempo do culto é muito longo e a criança tem pouca concentração, a linguagem é inadequada a faixa etária, muita formalidade, louvor com linguagem figurada e de difícil entendimento, exigência de comportamento fora da realidade da criança. Apesar disso existem algumas vantagens que deverão ser mantidas : cultuar junto com a família e as festividades da igreja;
A criança é um ser completo (corpo, alma e espírito) e, portanto, possui necessidades básicas, tais como: ser amada, ser aceita como é, segurança, valorização do eu, elogio, disciplina, conhecimento de Deus e amor a Ele.










Característica do obreiro infantil




Após declarar-se possuidor de tais virtudes cristãs, o passo a seguir é observar como devo me portar frente aos pequeninos.



Como agir ?
O líder não precisa ser engraçado para trabalhar com as crianças (nem palhaço);
Uma vez entrando sério e com carinho você vai conquistar seu auditório infantil;
Segurar o riso em momentos importantes. (A criança gosta de um adulto não porque ele é palhaço mas porque ele lhe dá atenção e a respeita);
Demonstrar-se como líder para ganhar confiança e respeito sempre.


Como falar?
Evitar usar diminutivos;
Evitar usar palavras de difícil compreensão;
Evitar usar palavras de difícil compreensão (principalmente às relativas à sexo)


O que cantar?
Cânticos que se relacionem com a ordem do culto;
Apropriado a faixa etária.


Como vestir-me?
Prestar atenção no decote.




Funcionamento / Estrutura

Haverá 4 equipes. Cada equipe constará de 1 líder e 2 auxiliares. Ao líder de cada equipe será atribuída a função de responder pela equipe e pela programação do seu domingo e fazer o planejamento junto com a sua equipe;
O funcionamento do culto será no horário da noite e cada equipe será responsável por 1 culto mensal;
Em caso de 5º Domingo, haverá rodízio entre as equipes. São 4 ocasiões por ano onde ocorre o 5º Domingo;
Será usada bibliografia de auxílio às equipes;
O culto terá duração de 30 à 40 minutos. E logo após haverá atividades relacionadas ao tema abordado;
Logo após será distribuído um lanche;
A criança só será liberada caso o(s) responsável(eis) vier(em) buscar.
O culto será realizado na sala dos jovens e as atividades nas sala das crianças;
Será aceito para trabalhar nas equipes: adultos, jovens, adolescentes e até juniores;
O coordenador é quem dirige todo o trabalho realizado nos cultos;
Os líderes devem informar ao coordenador quem de sua equipe faltou ou se há algum problema;
Haverá treinamento sempre que solicitado pelas equipes;
Será distribuído material de apoio para cada equipe;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe!

Total de visualizações de página

Postagens populares