pesquise no blog

Inscreva-se

Minha Loja

domingo, 8 de outubro de 2017

O erro do rei Saul


Antes da aula...
  1. Chegue antes dos alunos;
  2. Receba-os com carinho;
  3. Marque a frequência;
  4. Pergunte as crianças como foi a semana;
  5. Realize o momento de louvor
  6. Ore













OBJETIVOS:
Que os alunos compreendam que não devemos nos precipitar (agir sem pensar)

Para memorizar:














Dinâmica para memorização do versículo:
Faça cartões com cada palavra do versículo (2 de cada) 
Imprima 2 vezes ou escreva em cartolina
Divida a turma em dois  grupos, misture as palavras
Entregue a cada grupo as fichas do versículo e marque um tempo para cada grupo colocar em ordem
formando a frase do versículo.
Ao termino peça a cada grupo para ler a frase

Explique o versículo, cite o ditado que "o apressado come cru! Se não temos paciência de esperar a comida corremos o risco de ingerir alimentado mal cozido, cujo gosto é desagradável e não é saudável também.

Alguém já se sentiu pressionado?
  
Nervoso? assustado?


Irritado? zangado?


Aborrecido?

Faça essas carinhas com cartolina, canetinha hidrocor, faca descartável ou palitinhos.
Do tamanho que desejar... use a tampa de tigela ou vasilha redonda como molde.

RESUMO DA LIÇÃO


Saul foi um bom rei no inicio de seu reinado. 
Mas, depois, ele se tornou um mau representante de Deus, 
porque achou que podia fazer as coisas sem a ajuda de Deus. 
O povo de Deus tinha muitos inimigos.
Um dia Jônatas filho de Saul venceu os soldados filisteus.
Mas Saul disse a todos uma mentira: que ele (Saul) havia vencido os filisteus.
Sabendo os Filisteus se reuniram em uma grande multidão de soldados e foram lutar contra Israel, uma grande multidão como areia da praia, já imaginaram quantos soldados?
Não temos condição de contar a areia da praia, então aquele exercito era muito grande!
O povo de Israel ficou apavorado e fugiram se escondendo na cavernas, nas montanhas.
Saul ficou muito preocupado, mandou chamar Samuel, 
mas Samuel não chegava, passou 7 dias! e nada de Samuel, 
Então Saul mandou trazer o holocausto e as ofertas para Deus e ofereceu os sacrifícios que somente Samuel o sacerdote poderia fazer.                                                                                      
Ele desobedeceu a Deus
E quando Saul estava terminando, Samuel chegou! 
Indo Saul ao encontro de Samuel, levou um carão!!!!
Samuel perguntou porque ele tinha desobedecido e não esperou por ele?
E Saul respondeu porque o povo estava se espalhando e porque Samuel não vinha., estava demorando muito. E os inimigos estavam perto!
Então Samuel falou que por causa da desobediência, ele ia perder tudo que tinha. Deus ia escolher um novo rei, e os filhos de Saul não iam mais ser reis. Tudo por causa da desobediência.  

Perguntinhas:

® Saul foi um rei escolhido por Deus? Sim
® Deus deu uma ordem a Saul. Ele obedeceu? Não
® Deus abençoa pessoas desobedientes? Não
® Desobedecer a Deus é pecado? Sim
® O que significa obedecer a Deus? Respeitar o que Ele diz em Sua Palavra.
® Quem sabe maneiras de obedecer a Deus? Falar a verdade, não roubar, não falar palavrões, respeitar os pais e os professores, estudar, ajudar no serviço de casa, não brigar com os irmãos e colegas, orar, ler a Bíblia, louvar a Deus, ir à célula para aprender a Palavra de Deus etc.


SUGESTÃO DE BRINCADEIRA:
O mestre mandou 
Sente as crianças sentadas em semi circulo
Escolha uma criança que vai adivinhar quem é o mestre,
Enquanto essa criança sai de cena, escolha um MESTRE, 
todas crianças farão tudo que o mestre mandar mas não podem dizer quem é
Quando a criança voltar a cena para adivinhar 
As demais crianças farão o combinado, bater palmas, puxar a orelha, colocar a mão no chão etc, vão mudando de gestos, até a criança adivinhar. Mas atenção só tem 3 chances! 
Adivinhando ou não para a brincadeira e troca as crianças

IMPORTANTE: as crianças precisam entender que para a brincadeira dar certo todos tem que obedecer as regras.  
 










Leitura bíblica: I samuel 13: 1-15

1 Saul reinou um ano; e no segundo ano do seu reinado sobre Israel,
2 Saul escolheu para si três mil homens de Israel; e estavam com Saul dois mil em Micmás e na montanha de Betel, e mil estavam com Jônatas em Gibeá de Benjamim; e o resto do povo despediu, cada um para sua casa.
3 E Jônatas feriu a guarnição dos filisteus, que estava em Gibeá, o que os filisteus ouviram; pelo que Saul tocou a trombeta por toda a terra, dizendo: Ouçam os hebreus.
4 Então todo o Israel ouviu dizer: Saul feriu a guarnição dos filisteus, e também Israel se fez abominável aos filisteus. Então o povo foi convocado para junto de Saul em Gilgal.
5 E os filisteus se ajuntaram para pelejar contra Israel, trinta mil carros, e seis mil cavaleiros, e povo em multidão como a areia que está à beira do mar; e subiram, e se acamparam em Micmás, ao oriente de Bete-Áven.
6 Vendo, pois, os homens de Israel que estavam em apuros (porque o povo estava angustiado), o povo se escondeu pelas cavernas, e pelos espinhais, e pelos penhascos, e pelas fortificações, e pelas covas.
7 E alguns dos hebreus passaram o Jordão para a terra de Gade e Gileade; e, estando Saul ainda em Gilgal, todo o povo ia atrás dele tremendo.
8 E esperou Saul sete dias, até ao tempo que Samuel determinara; não vindo, porém, Samuel a Gilgal, o povo se dispersava dele.
9 Então disse Saul: Trazei-me aqui um holocausto, e ofertas pacíficas. E ofereceu o holocausto.
10 E sucedeu que, acabando ele de oferecer o holocausto, eis que Samuel chegou; e Saul lhe saiu ao encontro, para o saudar.
11 Então disse Samuel: Que fizeste? Disse Saul: Porquanto via que o povo se espalhava de mim, e tu não vinhas nos dias aprazados, e os filisteus já se tinham ajuntado em Micmás,
12 Eu disse: Agora descerão os filisteus sobre mim a Gilgal, e ainda à face do Senhor não orei; e constrangi-me, e ofereci holocausto.
13 Então disse Samuel a Saul: Procedeste nesciamente, e não guardaste o mandamento que o Senhor teu Deus te ordenou; porque agora o Senhor teria confirmado o teu reino sobre Israel para sempre;
14 Porém agora não subsistirá o teu reino; já tem buscado o Senhor para si um homem segundo o seu coração, e já lhe tem ordenado o Senhor, que seja capitão sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o Senhor te ordenou.
15 Então se levantou Samuel, e subiu de Gilgal a Gibeá de Benjamim; e Saul contou o povo que se achava com ele, uns seiscentos homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário